13/01/2012 12:39 | post

Gerador portátil de hidrogênio produz energia limpa

Postado por alex   1 comentário(s)   4163 visualizações

Redação do Site Inovação Tecnológica - 13/01/2012


Foto: primeiroplano.org.br

 Do hidrogênio à eletricidade

Engenheiros norte-americanos apresentaram o protótipo de um "gerador" portátil de hidrogênio.

O objetivo de Ted Motyka e seus colegas do Laboratório Nacional Rio Savana é construir um gerador de eletricidade portátil alimentado a hidrogênio.

Para isso, o gerador de hidrogênio libera o gás a partir de um material sólido de armazenamento e usa o gás para alimentar uma célula a combustível, que produz a eletricidade.

"O objetivo é fornecer energia suficiente em um sistema que seja leve o bastante para ser carregado ou ser usado em um veículo aéreo não tripulado, além de outras aplicações onde o peso é um fator importante," disse Motyka.

 
O protótipo demonstra o potencial do alano, um material que armazena
o hidrogênio de forma sólida, contido em sua estrutura química.
[Imagem: Savannah River National Laboratory]

 


Energia do hidrogênio

Há várias aplicações que poderiam tirar proveito de geradores capazes de fornecer uma energia específica acima dos 1.000 watts/hora por quilograma (Wh/kg) - para comparação, isto é cerca de 2 a 3 vezes mais do que as atuais baterias recarregáveis de íons de lítio.

O hidrogênio pode oferecer 33.000 Wh/kg, a maior energia específica dentre todos os combustíveis.

O problema é criar um mecanismo para armazenar o hidrogênio.

Como tanques sob pressão não se prestam ao serviço, a solução tem sido buscada no armazenamento sólido de hidrogênio - a molécula de hidrogênio é pequena demais, o que significa que a maioria dos materiais é permeável ao gás, além do que ele apenas se condensa em sua forma líquida a -252°C.


Hidreto de alumínio

Um dos materiais mais promissores, capazes de conter o gás em sua própria estrutura, é o alano, ou hidreto de alumínio (AlH3).

Embora o hidreto de alumínio não atenda às especificações necessárias para armazenar hidrogênio suficiente para alimentar um carro, os pesquisadores descobriram que ele é bom o bastante para geradores portáteis.

Ao contrário dos hidretos metálicos, o hidreto de alumínio pertence à classe dos materiais que armazenam o hidrogênio quimicamente.

Isso significa que, uma vez que todo o hidrogênio tenha sido retirado dele, o material precisa ser reprocessado - algo inadequado para um tanque de combustível de um carro, mas aceitável para um "cartucho" de combustível de um gerador portátil.

Uma das vantagens do alano é a sua capacidade de retenção de hidrogênio, que é muito elevada: ele pode reter duas vezes mais moléculas de hidrogênio por volume do que o hidrogênio líquido.


Protótipo de laboratório

Testes em escala de protótipo demonstraram que o gerador de hidrogênio funciona bem para atender às necessidades de uma célula a combustível de 150 watts.

Um "cartucho" com 240 gramas de alano alimentou a célula de combustível a hidrogênio continuamente por três horas.

O único impedimento atual para a construção de protótipos maiores é a disponibilidade do alano, um material que ainda não é produzido comercialmente, precisando ser sintetizado em laboratório.

Envie seu comentário
*Seu nome:
*E-mail (não será publicado):
Site (inclua o http://)
*Comentário:
*Preencha a resposta:
* campos obrigatórios

Comentários nesta matéria:

28/01/12 | 13:16
Nilson Medeiros diz: parabéns pela coragem de expor uma matéria tão interessante. Pois a indústria do petróleo, protege seus interesses($)
com bastante afinco. Uma energia limpa, e de baixo custo é uma das soluções para o planeta para essa e para as próximas gerações


 

Arquivo

A química de um pastel de feijão
postado por alex | 21/08/2013

Chuva sólida: solução real para a seca, ou é só trovoada?
postado por alex | 21/08/2013

Danos da radioatividade
postado por alex | 28/02/2013

Partículas Fundamentais
postado por alex | 28/02/2013

USP usa raios gama para esterilizar mosquito transmissor da dengue
postado por alex | 07/02/2013

Gesso pode ser reciclado indefinidamente
postado por alex | 19/01/2013

Íons de arrancada aceleram computadores quânticos
postado por alex | 24/11/2012

Madeira é decomposta em seus componentes básicos
postado por alex | 24/11/2012

Alecrim (des)contaminado
postado por alex | 24/08/2012

ÁLCOOL, ALCOOLISMO E CONHECIMENTO QUÍMICO
postado por duda | 13/07/2012

A química da flatulência
postado por alex | 02/07/2012

A história química de uma raia elétrica
postado por alex | 08/04/2012

Nacionalismo e Preconceito?
postado por alex | 24/01/2012

Gerador portátil de hidrogênio produz energia limpa
postado por alex | 13/01/2012

LHC encontra sua primeira nova partícula
postado por alex | 23/12/2011

       

Desenvolvido por CarlosFilho.com